gallery/icon
gallery/ico
gallery/img-20160316-wa0012
gallery/teak8
gallery/f0e8c1351ab1f5cb820e14c5bc774fef_110x30

TECA: A madeira Teca, conhecida no mercado internacional como Teak, Teakholz ou Teck, tem um mercado garantido, sendo na atualidade a espécie mais valorizada e procurada, superior ao conhecido mogno. Árvore de fruste reto, com casca áspera e fina (12mm) fissurada, cor de café claro, que se solta em placas grandes e finas.

O que faz da Teca ser uma das maiores procuras mundiais, bem como preços acima da média são suas qualidades que lhe conferem múltiplas utilizações como: móveis finos esquadrias, pisos, decoração interior e exterior, bancadas para laboratório, perfis industriais, dornos e tanques de produtos químicos, construção naval, entre outras. Madeira fácil de ser trabalhada muito utilizada na marcenaria, com uma densidade variando de 0,61 a 0,69 g/cm cúbicos. A Teca possui um óleo anti-séptico que a torna muito resistente e a protege de diversos organismos. Não é corrosiva e tem boa resistência a cupins fungos e as intempéries.

 

PARICÁ: A madeira de Paricá (Schzolibium amazonucum) é leve (D= 0,30g/cm³) de coloração branca a levemente amarelada, fibras grandes de diâmetro e comprimento que pela forma cilíndrica do tronco possui um alto grau de aproveitamento na indústria de laminado. Aparece em toda a floresta amazônica com ênfase maiores nas matas de terra firma.

O aproveitamento na laminação é de 90%, sendo aproveitada para o miolo de compensado ou mesmo para folhas de compensado de 10, 15, 20 mm. A grande vantagem em relação ao compensado de eucalipto é que o Paricá possui um peso 50% menor. 

PARICÁ:
gallery/img8produtos
gallery/img9produtos
gallery/whatsapp image 2017-05-04 at 16.31.25

Espécies Cultivadas